É possível ser advogado home office? Das muitas perguntas que recebo por email ou por comentários aqui no blog e nos vídeos que faço, essa é uma das que eu achei mais interessantes, por isso eu resolvi responder neste artigo.

A resposta curta e direta é sim! Você pode ser advogar home office e não ter um escritório de advocacia fixo.

Essa não é uma resposta “padrão” quando se fala no assunto, mas estamos em pleno 2018, na era digital, e a sua participação online hoje em dia, na maioria da vezes, é muito mais importante do que sua presença no escritório físico.

Eu mesmo já tive pessoas da minha equipe trabalhando na Alemanha, EUA, São Paulo, Rio de Janeiro, Nordeste e muitos outros lugares. Isso significa que você não precisa estar estagnado em um único local, certo? Você pode perfeitamente trabalhar home office.

PS: não se esqueça! Mesmo não sendo um advogado home office, na era digital é fundamental você trabalhar sua presença online e cuidar de dois pontos básicos:

Vantagens do advogado home office

O maior benefício do home office é a economia. Nesse modelo de trabalho você poupa o investimento que teria para montar um escritório de advocacia e também outros gastos, como transporte diário.

Outra grande vantagem é a flexibilidade de horários: imagina só poder trabalhar quanto e quando quiser. Maravilhoso, não?

Isso é muito viável desde que você tenha uma rotina bem planejada e muita disciplina, como eu falo no vídeo abaixo.

Além do mais, você ganha tempo. Não tendo que se deslocar todos os dias para o escritório, você não poupa só dinheiro: poupa também tempo, principalmente em grandes cidades.

Crie um modelo de negócio em volta do home office

O que eu quero dizer com isso?

Que toda a forma como você vai trabalhar e todo o modelo de negócio de seu escritório precisa estar descentralizado.

Uma preocupação bastante comum é em relação ao telefone. No entanto, você não precisa de escritório para ter um telefone comercial. O advogado home office pode muito bem alugar um telefone de um escritório compartilhado onde a pessoa vai atender a chamada e marcar as reuniões para você.

Você pode também ter um método de trabalho em que você vai até o cliente. Assim, ele não precisa ir ao seu escritório (e isso pode até mesmo ser muito mais cômodo para ele, que irá receber sua visita. Comodidade é uma das diversas formas de entregar mais valor ao cliente segundo Alexander Osterwalder).

Se optar por advogar home office, você pode se encontrar com o cliente em cafeterias ou outros locais, como coworkings. Há vários coworkings que oferecem salas de reuniões muito bem equipadas, que podem suprir a necessidade desse encontro presencial.

Como o advogado home office pode trabalhar em equipe?

Essa é outra preocupação, mas não ser advogar home office não é um impedimento para trabalhar com outras pessoas! Como falei antes, eu mesmo tenho uma equipe remota.

Nesse caso, você pode usar instrumentos de compartilhamento, como Google Drive e Dropbox, e outros aplicativos como o Trello para organização de tarefas e o Skype para chamadas em vídeo.

Resumindo: é sim possível ser advogado home office! Basta você não ter uma visão limitada de que isso não funcionaria e de que todo advogado precisa de um escritório físico e, claro, se preparar de verdade para esse modelo de negócios.

Gostou? Compartilhe conosco suas experiências e sugestões nos comentários! E, para saber mais ainda sobre como alavancar o marketing do seu escritório, não deixe de baixar meu novo material: O Kit Definitivo para Alcançar o Sucesso na Advocacia, 100% gratuito!

Comentários

comentários

O Professor Rodrigo Padilha é empreendedor com empresas no Brasil e nos EUA, com uma das maiores turmas de segunda fase de Direito Constitucional do Brasil e se dedica a ensinar advogados a conquistarem sucesso na carreira através dos métodos criados e aplicados por ele para alcançar o tão sonhado equilíbrio na vida através do Empreendedorismo Jurídico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*