Como estudar para OAB sozinho e se preparar para a 1ª fase da prova?

Postado em por Rodrigo Padilha.

A prova da OAB é um dos maiores desafios que o profissional da área de Direito precisa enfrentar para seguir com a sua carreira. Por isso, saber como estudar para OAB é essencial para aumentar suas chances de sucesso na prova.

Mesmo se você precisar estudar sozinho, saiba que isso não diminuirá suas chances de passar na prova. É claro que você precisará de uma dose extra de organização para que consiga desenvolver seus estudos dentro do prazo determinado, mas é completamente possível ter bons resultados.

Por isso, nesse post separei algumas dicas para você criar um cronograma de estudos estratégico e utilizar dicas para facilitar a assimilação dos conteúdos. Acompanhe!

3 dicas para se preparar sozinho para a 1ª fase da prova da OAB

1. Descubra qual é o seu grau de conhecimento

O primeiro passo é descobrir qual é o seu nível de conhecimento sobre os assuntos abordados na prova, para que saiba no que deve se focar e o que você já domina bem.

Para isso, baixe um simulado da OAB ou alguma das provas mais recentes da primeira fase e resolva-a como se fosse o dia da prova. Imprima-a, separe caneta azul ou preta e vá para algum lugar silencioso e isolado fazer a prova nos mesmos moldes da oficial: 5 horas para resolvê-la e preencher o gabarito, sem fazer consulta a qualquer tipo de fonte.

Depois de terminada a prova nesse tempo, veja como ficou seu desempenho e analise os conteúdos em que você teve mais dificuldade e que deve revisar de maneira mais aprofundada.

2. Crie um plano de ação

Assim que você identificar seus pontos fortes e fracos na prova, é hora de estruturar uma estratégia para otimizar seus estudos. Assim, você evita perder tempo com o que não precisa estudar tanto e foca naquilo que precisa aprender e rever mais.

Não há um plano de ação que funcione para todas as pessoas mas, de modo geral, você deve: evitar distrações durante o período de estudo (desligue o celular e vá para um local silencioso onde não haja interrupções); fazer pequenas pausas (uma ideia é seguir a técnica Pomodoro, com intervalos de 5 minutos a cada 25 minutos de estudo); não se sobrecarregar (estudar demais pode dificultar a assimilação de todos os conteúdos) etc.

3. Faça provas das edições anteriores e simulados

Uma das formas mais eficientes de estudar é colocar seu conhecimento em prática. Por isso, de tempos em tempos, resolva algumas provas de edições anteriores ou simulados. Assim, você terá uma ideia melhor dos assuntos mais cobrados no exame, e também irá melhorar a gestão de tempo para resolvê-lo.

Mais do que detectar seu nível de conhecimento, essa será uma forma de você conhecer como as questões são apresentadas, entender como os conhecimentos são cobrados, como funciona a lógica para a construção das assertivas corretas e incorretas, aumentar a familiaridade com a estrutura do exame etc.

Como preparar um cronograma de estudos

1. Comece com antecedência

É claro que isso depende de muitos aspectos, como se você está fazendo a prova pela primeira vez ou não, o quanto você domina os assuntos da prova etc. No geral, comece a estudar para a primeira fase com pelo menos 4 meses de antecedência. Caso tenha mais dificuldade, deve começar ainda mais cedo, de 6 meses a 1 ano antes.

2. Crie um mapa da prova da OAB

Os editais do exame da OAB não informam o número de questões por disciplina, mas, de acordo com as últimas provas, você pode criar um esquema para entender mais ou menos quantas questões cada assunto terá. Veja o exemplo:

Mapa da primeira fase da prova da OAB

3. Organize quais disciplinas estudará a cada dia

É importante montar um calendário organizado com quais temas estudará a cada dia para não se perder. Uma dica é alternar disciplinas que você tenha facilidade com assuntos que você tenha dificuldade, como no exemplo:

Dica de cronograma de estudos para ajudar a saber como estudar para a OAB

Algumas dicas extras para se preparar para o exame da OAB

1. Relacione os assuntos dos estudos com outros aspectos do cotidiano

Se estiver difícil assimilar algum conteúdo, uma técnica que você pode utilizar é a da aprendizagem contextual. Essa tática relaciona o conteúdo estudado a fatos, imagens e outras informações gerais, e é muito eficiente para potencializar o aprendizado.

2. Use o método da “recordação ativa”

Quando for fazer a revisão do conteúdo, em vez de simplesmente ler as anotações, tente se lembrar do conteúdo antes de lê-las. Esse método se chama “recordação ativa” e ajuda a potencializar a memória a longo prazo da informação.

3. De vez em quando, mude o seu local de estudos

É bom estudar em um local familiar mas, de vez em quando, busque um lugar diferente para estudar (desde que seja silencioso e própria para se concentrar). Por exemplo, se você estuda em casa, tente ir a uma biblioteca. Alguns especialistas indicam que essa variação pode aumentar a concentração e os níveis de retenção do conteúdo.

4. Ao longo do dia, pense sobre seus estudos

Existe uma técnica chamada “metacognição”, ou “pensar sobre o pensar”, que consiste em avaliar constantemente seu método de estudo e seu progresso. Essa técnica ajuda você a ter um aprendizado mais consciente, melhorando sua forma de estudar.

Qualquer que seja a razão pela qual você está estudando sozinho, essa é uma forma de preparação que pode ser bastante cansativa. Entretanto, utilizando técnicas e maneiras certas de estudar, esse período pode se tornar muito mais fácil, organizado e, por que não, prazeroso.

Caso queira um auxílio para estudar para a segunda fase da prova da OAB, inscreva-se em meu curso preparatório.

E agora que você já descobriu como estudar para OAB sozinho, que tal já ir se preparando para estruturar uma carreira de sucesso no Direito? Assista à MasterClass gratuita de Empreendedorismo Jurídico que eu preparei para você – que irá lhe ajudar a entender alguns pontos cruciais sobre o seu escritório (que você não aprendeu na faculdade), como marketing jurídico, negociação de honorários e reprogramação mental. Nos vemos por lá!

Rodrigo Padilha

O Professor Rodrigo Padilha é pioneiro e fundador do Empreendedorismo Jurídico e do Programa Maverick no Brasil, além de fundador da Legião, que é uma das maiores turmas de 2ª fase da OAB no país. Atualmente coordena diversos negócios no Brasil e nos EUA e se dedica a ensinar advogados e outros profissionais a atingirem o sucesso através do empreendedorismo.