Como ser um bom advogado trabalhista?

0
1147
Livro para Advogado Trabalhista

Sabendo que o Direito do Trabalho é uma das áreas da advocacia mais movimentadas no Brasil, os profissionais que trabalham ou pretendem trabalhar no ramo devem sempre se preocupar em como ser um bom advogado trabalhista.

Essa, inclusive, é uma das perguntas que eu mais recebo dos contatos da minha lista de e-mails, e, para levar esse debate adiante, é sobre isso que irei falar neste artigo.

Antes de mais nada: se você quer saber como ser um bom advogado trabalhista, primeiro você precisa entender tudo sobre suas atribuições e também sobre esse mercado. Vamos lá?

Quais são as atribuições de um bom advogado trabalhista?

O advogado trabalhista é um profissional que atua na representação de empresas ou pessoas em disputas entre empregado e empregador, questões sindicais, e questões afins, podendo representar ambas as partes do processo (empregados e empregadores).

O Direito do Trabalho é uma área bastante específica, que inclusive atua em uma justiça especializada, a Justiça do Trabalho.

Se você quer ser um bom advogado trabalhista, vai precisar estudar – e muito – a Constituição (art. 6 ao 11) e, dentre outras leis infraconstitucionais, a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). É essa a lei que regulamenta todas as relações trabalhistas.

Alguns exemplos de atuação do profissional são em ações relacionadas a:

  • Rescisões;
  • Demissões;
  • Cálculos de horas extras;
  • Férias;
  • Pagamento de Comissões;
  • Acidente de trabalho;
  • Questões envolvendo o FGTS;
  • Seguro desemprego.

Em relação ao empregado, na maior parte dos casos, os advogados trabalhistas são procurados por clientes após não terem mais vínculo com a empresa ou após a rescisão do contrato de trabalho. Em alguns casos, ele pode ser responsável por mover ações coletivas – como no caso de demissões em massa, por exemplo.

Já em relação ao empregador, é comum que as empresas possuam setores jurídicos especificamente dedicados a esses casos.

Como está o mercado de trabalho no Direito Trabalhista?

A demanda na área do Direito Trabalhista está bem alta. Tanto por parte das empresas, que sofrem processos dos funcionários, como por parte dos funcionários, que movem ações contra as empresas.

Um dado bacana que mostra como esse ramo é um verdadeiro oceano foi divulgado em fevereiro de 2017 pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados): no Brasil, há 38,3 milhões de trabalhadores com carteira assinada.

É gente pra caramba. E todas essas pessoas poderão, um dia, precisar de um bom advogado trabalhista, para diversos fins. Isso sem contar os trabalhadores informais (sem carteira assinada) que, infelizmente é um mercado imenso no Brasil.

Do outro lado do jogo, estão as empresas, que precisam de advogados para realizar trabalhos preventivos e evitar passivos trabalhistas no futuro.

Ou seja, o Direito do Trabalho é um prato cheio tanto para quem quer defender o trabalhador como para quem quer representar os empresários.

É importante falar também que em 11 de novembro de 2017 entrou em vigor a Reforma Trabalhista (Lei nº 13.467 de 13 de julho de 2017).

Essa reforma trouxe uma avalanche de dúvidas sobre as mais variadas mudanças, o que acabou se tornando uma excelente oportunidade para o advogado trabalhista.

E afinal, como ser um bom advogado trabalhista?

Como eu já comentei, o primeiro passo é estudar muito a CLT. Em seguida, para entender como ser um bom advogado trabalhista, reflita sobre estes 8 mandamentos do advogado, aplicando-os ao Direito do Trabalho:

  • Ser organizado;
  • Estar aberto a novas oportunidades;
  • Estar aberto a novas tecnologias;
  • Dominar o poder da persuasão e da comunicação interpessoal;
  • Construir sua reputação com paciência;
  • Entender que o sucesso depende de suas escolhas;
  • Aprender (se manter atualizado constantemente);
  • Ensinar.

Não esqueça também que, para ser um bom advogado trabalhista, você precisará, antes de mais nada, ter para quem advogar, então estude muito sobre marketing jurídico e invista em sua carreira, através do empreendedorismo jurídico.

Por fim, sugiro que você também assista ao meu vídeo “Por que alguns advogados alcançam o sucesso e outro não”. Tenho certeza de que ele lhe ajudará a ser um advogado ainda melhor, independente da sua área de atuação:

E se você ainda tem alguma dúvida sobre seu futuro na área jurídica, sugiro que assista ao meu vídeo Os 10 Novos Ramos da Advocacia, para conhecer as áreas mais promissoras do Direito e saber como inovar em sua profissão. Vamos juntos nessa?

COMPARTILHAR
O Professor Rodrigo Padilha é empreendedor com empresas no Brasil e nos EUA, com uma das maiores turmas de segunda fase de Direito Constitucional do Brasil e se dedica a ensinar advogados a conquistarem sucesso na carreira através dos métodos criados e aplicados por ele para alcançar o tão sonhado equilíbrio na vida através do Empreendedorismo Jurídico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*