Já comentei bastante aqui no blog sobre como o mercado da advocacia no Brasil é competitivo e a necessidade de adotar estratégias para se destacar da concorrência.

Da apresentação do escritório à decoração que você emprega no seu ambiente de trabalho, todos os elementos que envolvem a atuação profissional do advogado devem ser tratados com cuidado e inteligência, para que passem uma imagem positiva e transmitam os valores corretos ao cliente.

Mas um ponto que muitos profissionais acabam não dando muita bola – e que é fundamental na hora de se destacar em meio aos concorrentes – é o logo do escritório de advocacia.

Assim como em qualquer negócio, na área jurídica também é preciso fixar a sua marca no mercado, tornando-a conhecida e facilmente reconhecível pelo público, além de diferenciá-la da competição.

O logotipo é a síntese dos valores de uma marca e dos serviços que ela presta, e é o elemento visual que carrega e reforça o nome do escritório.

Por isso, deve ser pensado com atenção e, de preferência, ser criado tão logo a empresa seja fundada, uma vez que ele estará presente não apenas na fachada da sede, mas será utilizado em todos os materiais impressos e virtuais da companhia, sendo fundamental na consolidação da marca junto ao mercado.

E está vendo as expressões “marca”, “empresa”, “companhia” e “mercado”? Pois é: eu sempre falo e quero reforçar: enquanto você não enxergar seu escritório como uma empresa e advocacia como um negócio, será só mais um advogado em meio a um milhão de outros no Brasil.

Mas voltando… Na hora de pensar no logo do seu escritório de advocacia, lembre-se de que, na nossa área, há certos valores que são importantes para os clientes e que devem ser reforçados na identidade visual da sua empresa, tais como seriedade, sobriedade e honestidade.

Vale ainda lembrar que o Código de Ética e Disciplina da OAB estabelece uma série de regras em relação à publicidade para a função de advogado, buscando garantir discrição e sobriedade à profissão – e isso também vale para o logo.

Como criar o logo ideal para o seu escritório de advocacia

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a importância do logo no mercado da advocacia e alguns elementos que não podem faltar na hora de criar o seu, confira algumas dicas para ajudar você nessa tarefa:

Foque na especialização do escritório

Como comentei, o logotipo deve transmitir os valores do escritório, mas você deve buscar destacar também elementos que remetam ao compromisso da empresa com a área em que atua, considerando o público que ela atende e os serviços que presta.

Seja criativo

Não é porque os logos devem passar sobriedade e seriedade que eles têm que ser todos parecidos! Criatividade e inovação são essenciais para trazer um diferencial à marca e destacá-la diante da concorrência.

Respeitando o que é preconizado no código da OAB e passando uma imagem condizente à do escritório, fugir do óbvio é a melhor opção – desde que seja feito sem exageros, claro. Uma dica é evitar tendências passageiras e modismos, mantendo o logo sempre atual e atemporal.

Esteja atento às cores

Dentro da proposta de transmitir sobriedade e seriedade, a escolha das cores certas é primordial: elas são um dos elementos mais importantes na criação de um logotipo, e uma escolha errada pode acabar com todo o design e proposta da marca.

O ideal é que não se trabalhe com mais de duas ou três tonalidades diferentes, sempre atentando-se aos valores que tanto destacamos ao longo do texto. Caso contrário, o seu logo poderá passar um imagem infantil ou desgrenhada.

Evitar cores fortes e apostar no uso do dourado, do prateado e de cores sóbrias são boas dicas para um logo discreto, sofisticado e elegante.

Escolha a tipografia com cuidado

Assim como as cores, a escolha errada das fontes podem arruinar o design do seu logo.

Em busca de um estilo diferente, muitos escritórios acabam escolhendo tipos que dificultam a leitura das informações, colocando a estética acima da funcionalidade. Lembre-se disso e escolha fontes formais e bem definidas, que sejam fáceis de identificar e que facilitem a leitura do cliente, sem exageros e rebuscamentos desnecessários.

Utilize símbolos

O Direito conta com uma série de elementos visuais que caracterizam a profissão e podem ser utilizados para conferir estilo e originalidade ao logo do seu escritório de advocacia, como martelo, a balança, a espada. Há ainda símbolos que remetem às origens greco-romanas do Direito, como a deusa Têmis e referências à arquitetura da época.

Caso opte pela utilização de um desses elementos, o ideal é que o designer responsável pelo logotipo crie a imagem do zero, fugindo da mesmice e evitando similaridades com a marca de outros escritórios.

Hoje contamos com diversas ferramentas que facilitam a tarefa de criar um logotipo e que podem ajudar você a elaborar algo original e criativo. Uma delas é a plataforma gratuita Canva, que pode ser acessada online e conta com um extensa biblioteca de layouts prontos.

Mas, claro, a melhor opção para quem deseja um logotipo profissional e eficiente segue sendo a contratação com um profissional do design. Afinal, é importante ter em mente que o logo irá representar o escritório para sempre e carregará consigo todo o peso da marca e do nome da empresa.

Sendo assim, indico que você procure as diversas agências e sites dedicados para a criação de logos, como o WeDoLogos, que coloca você em contato com um rede de designers aptos a realizar o trabalho. Outra dica é o 99designs, que reúne diversos profissionais freelancers de todo o Brasil.

Gostou? Compartilhe conosco suas experiências e sugestões nos comentários! E, para saber mais ainda sobre como alavancar o marketing do seu escritório, não deixe de baixar meu novo material: O Kit Definitivo para Alcançar o Sucesso na Advocacia, 100% gratuito!

Comentários

comentários

O Professor Rodrigo Padilha é empreendedor com empresas no Brasil e nos EUA, com uma das maiores turmas de segunda fase de Direito Constitucional do Brasil e se dedica a ensinar advogados a conquistarem sucesso na carreira através dos métodos criados e aplicados por ele para alcançar o tão sonhado equilíbrio na vida através do Empreendedorismo Jurídico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*