Perfil no LinkedIn: como usar a rede para alavancar a sua carreira

Postado em por Rodrigo Padilha.

Antes de mais nada, gostaria de saber: você já possui o seu perfil no LinkedIn? Pois deveria!

O LinkedIn é a rede social profissional mais conhecida em todo o mundo, e está presente em mais de 200 países. No Brasil, particularmente, o LinkedIn é muito utilizado: somos o terceiro maior mercado do planeta nessa rede social, tendo mais de 29 milhões de usuários brasileiros.

Sendo assim, a ferramenta é ótima para criar conexões para quase qualquer ramo profissional, inclusive para advogados. E, para além das conexões, é também uma forma de você trabalhar seu marketing jurídico de uma maneira que pode ser muito mais eficiente e menos custosa se comparada a outras mídias.

Por isso, neste post vou dar dicas de como usar a rede para alavancar a sua carreira e tornar-se mais visível para mercado e em meio à concorrência com o LinkedIn. Acompanhe e boa leitura!

Por que todo advogado deve ter um perfil no LinkedIn?

Para começo de conversa, é importante ter em mente as razões pelas quais você deve ter um perfil no LinkedIn, a fim de focar nesses objetivos e trabalhar da melhor forma possível para alcançá-los.

Atrair clientes

Tradicionalmente, advogados contam com o boca-a-boca, a qualidade dos seus serviços e a reputação do escritório para atrair mais clientes. Mas hoje, além de tudo isso, também é possível utilizar as redes sociais para conseguir mais casos.

Nesse sentido, é importante usá-las, em especial o LinkedIn, para compartilhar conteúdos úteis para seus clientes. Isso fará com que você atraia a atenção deles e mostrará que você é especialista no assunto.

Divulgar serviços

Não há problemas em usar as redes sociais para divulgar seus serviços e melhorar o seu marketing jurídico. Contudo, é preciso prestar atenção ao Código de Ética, para não infringi-lo.

Por exemplo, o que você não pode fazer é colocar seu número de telefone, descrever seus serviços ou expor preços ao lado de um banner “entre em contato”. Também não é permitido associar seus serviços a outros que não sejam de natureza jurídica.

Algo que também não se pode fazer é enviar mensagens para pessoas que não tenham procurado os seus serviços, sob o risco de gerar questionamentos e sanções junto à OAB.

Trocar conhecimentos

O LinkedIn pode ser uma forma barata de aprender coisas novas a respeito de sua área e/ou carreira e também de trocar experiências profissionais. Há fóruns e grupos em que você pode conversar com colegas e até tirar dúvidas sobre casos.

Entretanto, não se esqueça que o objetivo de estar no LinkedIn não é o mesmo de outras redes sociais, como Facebook e Instagram; por ser estritamente profissional, é importante evitar certas práticas que podem depor contra você, como divulgar opiniões polêmicas ou informações de cunho pessoal e que não estejam diretamente relacionadas à sua prática de trabalho.

3 dicas de como usar o LinkedIn e alavancar a sua carreira

Agora, vamos às dicas de como usar o LinkedIn para ajudar você a alavancar sua carreira:

1. Construa o perfil ideal

Atenção à descrição do seu título profissional

Título profissional é a descrição que aparece embaixo do seu nome de perfil, e também nos resultados de pesquisa e de discussão.

Sendo assim, ela precisa ser atrativa, descritiva, profissional e mostrar quem você é, o que faz e o que quer fazer. Não seja genérico. Inclua área de atuação ou que tipo de trabalhos você faz.

Para quem está sem emprego, evite usar a palavra “desempregado” e indique sua área de especialidade.

Cuidado com a foto de perfil

Nada de fotos de casal, com animal de estimação ou selfies. Dê preferência a fotos que pareçam profissionais, com bom enquadramento e roupa adequada.

Pode ser você posando em seu local de trabalho ou dando uma palestra, por exemplo. E também evite deixar o perfil sem foto. Aproveite a foto para gerar bons contatos, conexões e reconhecimento.

Detalhe informações referentes à sua trajetória profissional e habilidades

Seja objetivo e sucinto, mas coloque seus diferenciais e objetivos de carreira. Sintetize suas experiências e histórico profissional, o que você fez, a quais resultados chegou. Pense nas palavras-chave que seus clientes usam para achar advogados e coloque-as em seu perfil no LinkedIn.

E preste muita atenção às regras gramaticais, pois um deslize pode comprometer a impressão que você gera. E não se esqueça de deixar suas informações sempre atualizadas.

2. Crie o networking perfeito

No geral, as redes sociais servem para nos conectarmos a outras pessoas. Mas o LinkedIn tem objetivos diferentes do Facebook ou Instagram, por exemplo. Se nessas duas últimas a ideia é encontrar amigos, no LinkedIn a ideia é fazer contatos profissionais.

Assim, quanto mais você otimizar suas relações nessa rede, melhor será o seu networking e mais você conseguirá aproveitar dele para sua vida profissional. Sendo assim, escolha seguir e conectar-se com profissionais interessantes. Por exemplo:

  • Pessoas que fazem parte de escritórios referência no mercado;

  • Profissionais que são ativos em grupos de discussão e compartilham conteúdos relevantes;

  • Pessoas que são referência em assuntos do seu interesse;

  • Profissionais que são referência no mercado.

3. Atualize seu perfil

Produza conteúdo relevante

É importante usar o perfil no LinkedIn não apenas como uma vitrine, mas também para produzir conteúdo próprio relevante. Pense que milhões de pessoas estão presentes na rede, e mostrar o que você pensa e sabe sobre seu segmento é essencial.

Você pode dar sua opinião em relação a assuntos profissionais, trazer novidades e criar todo o tipo de conteúdo que faça diferença para seus colegas e possíveis clientes. Além das postagens curtas, há também a opção de escrever artigos na plataforma.

Publique constantemente

Nem todo o conteúdo que você publica precisa ser de sua autoria, mas é importante que você não deixe sua timeline inativa. Se encontrar um conteúdo de terceiros que seja interessante e pertinente, não hesite em compartilhar. É uma ótima forma de mostrar que, além de você ter domínio sobre um assunto, possui boas referências e conexões.

O LinkedIn oferece muitas coisas importantes para um advogado, como a chance criar conteúdo relevante, de construir networking e fortalecer seu nome no mercado. Ele não apenas é uma ferramenta essencial para sua carreira, mas mostra como é importante estar sempre por dentro das tendências tecnológicas e usá-las a seu favor para alavancar sua carreira.

Gostou do nosso conteúdo sobre como criar um perfil no LinkedIn para se destacar profissionalmente? Então não deixe de assistir à MasterClass gratuita de Empreendedorismo Jurídico que eu preparei para você – que irá lhe ajudar a entender alguns pontos cruciais sobre o seu escritório (que você não aprendeu na faculdade), como marketing jurídico, negociação de honorários e reprogramação mental. Nos vemos por lá!

Rodrigo Padilha

O Professor Rodrigo Padilha é pioneiro e fundador do Empreendedorismo Jurídico e do Programa Maverick no Brasil, além de fundador da Legião, que é uma das maiores turmas de 2ª fase da OAB no país. Atualmente coordena diversos negócios no Brasil e nos EUA e se dedica a ensinar advogados e outros profissionais a atingirem o sucesso através do empreendedorismo.