Advogado Também é Empreendedor

0
280
Advogado empreendedor

Quando pensamos em Advocacia é comum vir à mente a ideia de um tribunal cheio de pessoas atentas, enquanto indivíduos bem vestidos defendem as causas de seus clientes. A questão é que, como advogados, sabemos que a profissão é muito mais que disso.

Além de diferentes vertentes de atuação, existe um volume enorme de processos dentro de cada uma delas que nem sempre são ensinados nas faculdades. Dessa forma, mesmo que possua conhecimentos técnicos sólidos, o profissional precisa ampliar suas competências para ser bem-sucedido.

Hoje falaremos sobre o empreendedorismo jurídico, uma das questões mais essenciais para quem deseja seu próprio escritório, qualquer que seja a especialidade escolhida.

O Mercado de Direto no Brasil

Para empreender como advogado você precisará entender o mercado que te espera no Brasil. Tornou-se um senso comum dizer que se trata de uma profissão saturada, mas isso é mentira. Só há saturação para quem não se prepara como deve.

Existe uma infinidade de profissionais medianos, incapazes de oferecer resultados satisfatórios. Muito disso está ligado ao fato de eles se fecharem nas atribuições da profissão e deixarem de lado o que o mercado realmente exige. Por isso é importante identificar os aspectos valorizados e investir em sua obtenção.

Vejamos os fatores que você precisará para, além de bom advogado, ser um bom empreendedor.

O Advogado e a Gestão de Negócios

Empreender como advogado envolve os mesmos desafios de qualquer negócio. Além do conhecimento técnico necessário para desempenhar as atividades centrais da empresa, é necessário adquirir uma série de habilidades que possibilitem a gestão de resultados.

Dentre os principais fatores que deverão ser dominados, destacam-se:

  • Gestão de pessoas
  • Aprendizado constante
  • Noções de finanças
  • Resiliência
  • Foco nos clientes
  • Pensamento sistêmico
  • Habilidades comerciais
  • Capacidade de estabelecer parcerias

Sendo assim, fica claro que não se trata de um simples caminho para fechar negócios. Uma empresa é um desafio diário de gestão e precisa ser cuidada para crescer e cumprir seus objetivos.

A Tecnologia e a Gestão de Empreendimentos Jurídico

Um fator que é subestimado por muitos profissionais e negócios da área de direito é a tecnologia. Ela revolucionou o mercado em diversos sentidos, trazendo inovações que independem do segmento ou da atividade e, portanto, precisa ser levada em consideração.



Aulão Gratuito de Empreendedorismo Jurídico

Como Atrair Mais Clientes para o seu Escritório:



Leia como a tecnologia pode ser um diferencial  competitivo para seu negócio!

Um exemplo de recurso de grande valia para empreendimentos de advogados são os sistemas de gestão ERP . Projetados para possibilitar a integração de empresas, eles oferecem uma interface virtual que permeia todo o negócio e possibilita um controle consistente das etapas.

Seja para avaliação dos contratos negociados para uma gestão financeira  de qualidade ou para um controle de cadastros adequado, esse é o tipo de recurso que faz toda a diferença em qualquer organização.

Invista no Marketing Jurídico

Nossa última dica para quem deseja ser um advogado e empreendedor se refere ao marketing jurídico. Tal atividade se refere ao conjunto de processos que você pode desempenhar para alcançar mais clientes com seu negócio.

Trata-se de uma estratégia que possibilitará o seu posicionamento no mercado, abrindo portas para captação de novos contratos. É uma estratégia que pode fazer grande diferença, especialmente com os desafios do mercado atual.

Uma grande aliada nesse processo é a internet, que representa a principal forma de viabilização das ações de marketing no Século XXI. Por meio dela você pode construir diversas portas de entrada até o seu negócio, que sirvam como cartões de visita e que demonstrem seu valor profissional antes mesmo de ser contratado.

O Advogado e o Desafio Empreendedor

Ser um bom advogado é um desafio, tanto quanto ser um bom empreendedor. Tratam-se de duas atividades que exigirão dedicação e aprimoramento constante para que você alcance o que deseja.

O primeiro passo nesse processo é aceitar que você precisará gerir um negócio. Não adianta esperar que desempenhar suas responsabilidades em um tribunal ou cuidar bem da papelada seja suficiente. Você precisará ir muito além disso.

Empreender envolve ser um solucionador de problemas, pronto a lidar com coisas que os outros evitam. Significa que você deverá fazer o necessário, mesmo quando for algo que ninguém te preparou para realizar. Será preciso saber de tudo um pouco e estar preparado para tomar decisões que só você pode.

Sendo assim, nada de esperar que as coisas simplesmente aconteçam. Você precisará de esforço consciente e trabalho duro para alcançar resultados consistentes. Quebre o paradigma de ser apenas advogado, pois grande parte dos seus desafios estarão em ser um empreendedor.

Comentários

comentários

COMPARTILHAR
O Professor Rodrigo Padilha é empreendedor com empresas no Brasil e nos EUA, com uma das maiores turmas de segunda fase de Direito Constitucional do Brasil e se dedica a ensinar advogados a conquistarem sucesso na carreira através dos métodos criados e aplicados por ele para alcançar o tão sonhado equilíbrio na vida através do Empreendedorismo Jurídico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*