Decoração de escritório de advocacia pequeno: 5 dicas especiais

0
16762
Decoração de escritório de advocacia pequeno

Decoração de escritório de advocacia pequeno: 5 dicas especiais

Você já se deu conta da importância da decoração de um escritório de advocacia pequeno?

Afinal, além de ter uma área de atuação bem definida, um bom marketing e saber atender bem seus clientes, é necessário também que o advogado tenha um ambiente agradável para recepcioná-los, e isso não deve se limitar aos grandes escritórios.

A sua imagem é muito importante, e quando falamos de um escritório pequeno, o ambiente de trabalho – incluindo sua decoração – acaba refletindo diretamente na imagem que você irá passar para os clientes.

Normalmente, os escritórios de advocacia são sérios, pois devem passar segurança, mas não é por isso que você deve deixar originalidade de lado! Cada vez mais os ambientes tradicionais, com móveis escuros e pesados, estão saindo de cena: isso já faz parte da advocacia do passado.

Vantagens de planejar a arquitetura e decoração do ambiente

A construção ou reforma de um escritório de advocacia deve ser planejada e idealizada com cuidado. Cada elemento do projeto deve ser pensado com foco no bem-estar de todos de clientes e colaboradores, mantendo e reforçando os valores e a identidade visual da empresa.

A planta e a decoração de um escritório de advocacia precisam ser planejadas levando em consideração os principais aspectos que podem influenciar no dia a dia da empresa, como projetos acústico e luminotécnico, ergonomia e funcionalidade do mobiliário e a divisão espacial dos diferentes ambientes.

Para isso, contar com o conhecimento de um profissional da arquitetura é fundamental na hora de planejar um projeto que atenda a essas necessidades e, ao mesmo tempo, mantenha-se dentro das normas exigidas em um ambiente comercial, como as regras de segurança do trabalho e de acessibilidade, por exemplo.

Muitos escritórios ficam receosos em contratar um profissional da arquitetura para planejar e decorar o ambiente, pensando principalmente nos gastos que isso pode acarretar. Porém, como comentei, o escritório é o seu cartão de visitas e pode trazer muitas vantagens.

Tanto na reforma quanto na construção, um bom projeto de arquitetura evita o risco de eventuais problemas e diminuirá a necessidade de troca de móveis ou obras futuras, o que traz gastos desnecessários e atrapalha no dia-a-dia do escritório.

O bom planejamento da arquitetura e da decoração do escritório também ajuda a aumentar a produtividade dos funcionários e reduz o estresse e outros problemas causados por aspectos como iluminação incorreta, isolamento acústico ineficiente ou postura inadequada dos funcionários frente ao computador, tornando o ambiente de trabalho muito mais agradável e salutar.

Além disso, um projeto de arquitetura planejado ajuda a pensar a planta do seu escritório de advocacia de modo mais inteligente e funcional, otimizando o aproveitamento de espaços e posicionando cada peça do mobiliário com foco no fluxo e na melhor circulação de pessoas.

Com tudo isso em mente, confira agora 5 dicas especiais de decoração para um escritório de advocacia pequeno, para ajudar você que está abrindo o seu negócio:

1. Necessidades

Antes de mais nada, pense no que você precisa para que o negócio funcione perfeitamente.

Por mais que a decoração seja para um escritório de advocacia pequeno, que terá cotidianamente poucas pessoas transitando, o local eventualmente também acolherá clientes, amigos etc., e todos precisam se sentir confortáveis no espaço.

Comece priorizando o seu dia a dia de trabalho e o dos possíveis funcionários, sempre mantendo o ambiente agradável aos clientes.

  • Recepção e Sala de espera: não precisa ser um local muito grande, mas que conforte seus clientes. Deve ser um ambiente agradável, pois para muitos pode ser a primeira impressão de você. Neste local, uma televisão e revistas para distraí-los (além de internet wi-fi) são uma boa pedida em caso de atrasos;
  • Sala de reuniões: quando o escritório é pequeno, normalmente uma sala é suficiente. Essa sala é importante para reuniões com mais de um cliente, por exemplo.
  • Copa: um local que você e os funcionários possam tomar um café ou preparar alguma refeição.

Cada advogado pode ter necessidades diárias diferentes, então se pergunte: o que é essencial para meu dia de trabalho? Assim você consegue planejar com segurança esse primeiro passo.

2. Móveis

Os móveis  são parte fundamental de qualquer escritório. Você vai precisar de móveis que ofereçam conforto para você e seus clientes, como cadeiras, poltronas e sofás, e que acomodem seus objetos, como mesas, estantes, aparadores e prateleiras.

E o melhor: os móveis, é claro, também podem fazer parte da decoração de um escritório de advocacia.

É muito legal ser original nesse aspecto. Os móveis planejados podem ajudar você a ter um ótimo aproveitamento de espaço, principalmente em ambientes pequenos, com espaço limitado.

Dê atenção especial à sua bancada de trabalho, pois você passará boa parte do tempo ali. Escolha uma mesa que realmente lhe agrade, no aspecto decorativo mesmo, e uma cadeira confortável.

Faça um cálculo de quantas prateleiras você irá precisar para acomodar seus objetos, como livros, que além de serem essenciais em um escritório de advocacia, acabam sendo uma parte da decoração. Dica: aposte em prateleiras ou estantes diferentes, mostrando originalidade.

Os aparadores também são muito usados, por serem interessantes e versáteis. Além disso, não se esqueça de acomodar objetos de arte, objetos pessoais (como porta-retratos) e outros objetos decorativos, como flores.

Um ponto importante que deve ser levado em consideração na escolha dos móveis é a organização. Investir em peças que ajudem a manter o ambiente de trabalho em ordem é primordial. Além de agilizar as tarefas diárias, facilitando na hora de encontrar documentos, pastas ou livros, um escritório organizado passa uma imagem de seriedade e confiança para o cliente.

3. Cores

Como já falei antes, móveis escuros e pesados já não são mais unanimidade na decoração de escritórios de advocacia nos dias de hoje.

Ainda que você precise passar uma sensação de sobriedade e segurança, que são asseguradas com o uso de cores mais neutras, um toque original e um pouco mais descontraído pode ser uma saída para seu escritório se destacar dos demais.

O principal é ter um padrão e fazer as cores dos móveis serem harmônicas com as cores das paredes, dos tapetes e dos objetos. Busque por um equilíbrio, procurando não montar o escritório com uma paleta de cores muito neutras ou muito vivas.

Um bom contraste costuma funcionar. Cores de grupos diferentes podem ser uma ótima opção para aplicação de detalhes, pois elas destacam a decoração e as formas do ambiente. Por isso, use as cores mais fortes e vibrantes em itens menores, como almofadas, molduras de quadros ou vasinhos.

Esse jogo de estilos ajuda a passar uma imagem moderna e fortalece a personalidade do escritório.

4. Iluminação e ventilação

Qual cliente ficaria confortável em um ambiente abafado e escuro? Difícil dizer: são dois atributos que refletem no conforto de seu cliente e também no seu trabalho, ainda mais em um escritório de advocacia pequeno.

O projeto luminotécnico de um escritório de advocacia deve ser estratégico e bem planejado. Além de que buscar um resultado agradável e elegante, a iluminação deve focar em garantir economia, equilíbrio e funcionalidade, colaborando com a saúde, conforto e produtividade de todos.

Lembre-se: a iluminação influencia diretamente nas cores que você escolheu para o seu escritório. Sendo assim, é interessante fazer um bom uso da luz natural para explorar as sensações transmitidas pelas cores.

Além disso, a iluminação natural cria uma sensação de conexão com o ambiente externo, o que colabora para criar uma sensação de bem-estar e um ambiente de trabalho menos estressante e, consequentemente, mais produtivo.

Se possível, mantenha as janelas do escritório abertas para melhorar a entrada de luz e a ventilação. Além disso, não se esqueça de prever iluminação artificial correta, utilizando, por exemplo, luminárias (que além de darem suporte às luzes do teto, ainda ajudam na decoração).

E também não se esqueça de instalar um bom ar-condicionado. Mesmo que você tenha a opção de usar as janelas abertas, o ar condicionado é fundamental para o conforto de todos, principalmente em dias chuvosos ou muito quentes.

5. Objetos Decorativos

Procure dar alguns toques pessoais para decorar seu escritório!

Diplomas, certificados e fotos mostram um pouco de seu passado para quem pouco o conhece, além de possibilitarem que você crie uma identificação com o cliente. Mas vá além e pense muito bem no tipo de piso, no tapete e na vegetação do ambiente.

Alguns objetos muito bons para pensar na decoração de escritório de advocacia pequeno são:

Quadros decorativos

Uma opção bacana para tornar o escritório mais agradável é pendurar alguns quadros decorativos pelas paredes do escritório de advocacia.

Você pode colocar alguns quadros da área jurídica, por exemplo, para combinar com a sua profissão.

Mas não precisa se prender a isso! Quadros com tons mais quentes, principalmente quando a base das paredes e da decoração em geral for neutra, caem muito bem!

Além disso, quadros abstratos ou de obras de arte também são objetos que deixam o ambiente muito mais bonito.

Tapetes

Ao escolher um tapete para decorar seu escritório de advocacia, opte por aqueles que sejam fáceis de limpar – como o sisal ou tapetes sem pelos.

Tapetes muito peludos devem ser evitados em um escritório, pois dificultam a limpeza e acumulam poeira e sujeira no dia a dia. Outro ponto é que podem ser desagradáveis para os clientes que possuem alergias, além de prejudicar a mobilidade para clientes com limitações físicas.

Vasos com plantas

As plantas trazem vida aos ambientes (e já foi comprovado que elas trazem mais qualidade de vida para quem trabalha em ambientes fechados, como os escritórios de advocacia pequenos).

Além disso, muitas delas ainda renovam e purificam o ar do ambiente.

Algumas dicas de plantas para o seu escritório são: pau d’água, zamioculca, rosa de pedra, jade, bromélia, babosa de pau, lírios da paz, cactos, palmeira chamaedórea, palmeira rafis e espada de são jorge.

Livros

Já falei aqui no blog sobre a importância da literatura na vida do advogado. Mas além do conteúdo, os livros podem ser também lindos e charmosos objetos decorativos.

Seus livros podem ser dispostos em estantes tradicionais ou alocados em estantes feitas sob medida, sob a mesa, por exemplo.

6. Pisos

Outro ponto importantíssimo para a decoração de um escritório de advocacia é o piso. E na hora de escolher o seu pense em dois pontos: facilidade de limpeza e estética.

Para escritórios de advocacia pequenos, os dois tipos de piso recomendados são vinílico e laminado. E vale dizer aqui que, na maioria das vezes, eles podem ser aplicados sobre outros pisos – o que é ótimo no caso de reformas, já que isso dispensa a quebradeira e diminui os custos.

O piso vinílico vem sendo amplamente utilizado em ambientes corporativos devido aos dois pontos comentados: beleza e funcionalidade.

São pisos com boa resistência ao desgaste e que também auxiliam no isolamento de ruídos no ambiente. Há uma extensa variedade de cores e estilos de pisos vinílicos – inclusive alguns com estilos e materiais similares à madeira e ao azulejo.

Já o piso laminado é uma opção um pouco mais clássica para o escritório. Como são feitos de madeira, são muito resistentes e elegantes, além de auxiliar no conforto térmico e aquecer visualmente o ambiente, tornando-o mais aconchegante e elegante.

Caso você opte por um piso laminado, fique atento ao tipo de madeira utilizado na fabricação, já que os materiais costumam variar quanto às necessidades de manutenção.

E lembre-se sempre: para fins de marketing jurídico, o escritório tem que ter o estilo do cliente. Isto é, faça a decoração do seu escritório de advocacia, mesmo que pequeno, pensando nesse cliente para que ele se identifique com você e se sinta acolhido quando for recebido.

Coloque-se no lugar do cliente e pense em qual experiência você gostaria ter se estivesse sendo atendido. Esse exercício de “troca” é fundamental para conseguir causar uma boa impressão para os clientes!

Gostou? Compartilhe conosco suas experiências e sugestões nos comentários! E, para saber mais ainda sobre como alavancar o marketing do seu escritório, não deixe de baixar meu novo material: O Kit Definitivo para Alcançar o Sucesso na Advocacia, 100% gratuito!

Comentários

comentários

COMPARTILHAR
O Professor Rodrigo Padilha é empreendedor com empresas no Brasil e nos EUA, com uma das maiores turmas de segunda fase de Direito Constitucional do Brasil e se dedica a ensinar advogados a conquistarem sucesso na carreira através dos métodos criados e aplicados por ele para alcançar o tão sonhado equilíbrio na vida através do Empreendedorismo Jurídico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*