Marketing jurídico: o que é e como funciona na prática

0
618
Marketing jurídico para advogados

Você já deve saber que o código de ética da OAB não permite que advogados façam propaganda para captar clientes, certo?

Mas deve saber também que isso não significa que você precise ficar parado! Não é esperando de braços cruzados que seus clientes vão chegar até você.

Para conquistar clientes na advocacia, hoje é preciso que o advogado faça um bom marketing jurídico. Por isso, escrevi este artigo para explicar o que é marketing jurídico e como ele funciona na prática.

Continue comigo!

Marketing jurídico: o que é

Marketing jurídico nada mais é do que uma estratégia de posicionamento para os advogados no mercado.

É a execução dessa estratégia que vai possibilitar que você mostre ao mundo quais são as suas especialidades e quais problemas você resolve. É o que trará para seu negócio não só clientes, mas os clientes certos.

Eu costumo definir um bom marketing jurídico em 7 passos:

  1. Definir o público-alvo;
  2. Definir objetivos;
  3. Elaborar a mensagem;
  4. Escolher canais de relacionamento;
  5. Fazer um mix de comunicação;
  6. Estabelecer orçamento;
  7. Analisar resultados.

Se você quiser se aprofundar sobre cada um dos passos, leia meu outro artigo: Marketing jurídico: como fazer de forma eficaz e o que evitar.

Marketing jurídico na prática

O primeiro passo que você vai precisar é criar um bom site. Se você já possui um, ótimo! Se não, comece hoje mesmo a pensar no assunto.

Seu site é como a fachada de seu escritório e será o principal ponto de contato com seus clientes. Ter apenas uma fanpage de seu negócio não é o suficiente, pois somente com um site você vai conseguir aplicar as práticas que vou compartilhar.

Uma prática de marketing jurídico que é barata e que costuma funcionar muito bem é a criação de um blog.

Comece a escrever e criar conteúdo relevante para os seus potenciais clientes!

Publicar seus artigos vai mostrar ao público que você é um advogado que domina o assunto. Além disso você já vai gerar valor antes mesmo de conhecer o cliente, o que é um ponto a mais para você.

Eu falei antes que só uma fanpage não é o suficiente, mas tenha em mente que é fundamental que você tenha uma.

O Facebook é um valioso canal de relacionamento e é ótimo para divulgar seus conteúdos, assim como outras redes sociais como Twitter, LinkedIn, Instagram e YouTube. As pessoas estão conectadas, então se conecte a elas!

A importância do marketing jurídico

O principal ponto quando se fala da importância do marketing jurídico é o posicionamento.

Não queira atacar de todos os lados. Quem tenta agradar todo mundo acaba não agradando ninguém. Já falei sobre isso em um dos meus vídeos (abaixo) e reforço que essa máxima você precisa levar sempre em mente.

 

E uma forma de se posicionar é escrevendo para o blog. Se você criar conteúdo para o público que deseja, vai atrair para seu escritório justamente… o público que você deseja! Assim mesmo, simples.

Além disso, ao mostrar que você domina o assunto, você passa confiança aos seus potenciais clientes e se torna autoridade no assunto.

Com um mercado competitivo, você precisa destacar, certo? Então use seus diferenciais, foque no que você sabe e mostre isso para seu público, combinado?

Agora que você já sabe o que é marketing jurídico, você está pronto para ir adiante e colocar em prática seu posicionamento? Então baixe meu eBook Dicas essenciais de marketing jurídico e saiba como conquistar clientes na advocacia!

COMPARTILHAR
O Professor Rodrigo Padilha é empreendedor com empresas no Brasil e nos EUA, com uma das maiores turmas de segunda fase de Direito Constitucional do Brasil e se dedica a ensinar advogados a conquistarem sucesso na carreira através dos métodos criados e aplicados por ele para alcançar o tão sonhado equilíbrio na vida através do Empreendedorismo Jurídico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*