Marketing médico: aprenda como atrair mais pacientes!

Postado em por Rodrigo Padilha.

O mercado vem mudando constantemente para muitas profissões. Mas, ao contrário do que algumas pessoas pensam, isso não acontece apenas em áreas mais novas e ligadas a tecnologias, mas em praticamente todos os segmentos, e isso inclui a medicina.

Se anteriormente bastava procurar por um médico na relação de alguma clínica ou de um plano de saúde, hoje a concorrência tem feito com que haja a necessidade de um marketing médico, para que os profissionais do segmento médico possam garantir seu sucesso, de sua clínica ou de seu consultório.

Mas, se essa é uma realidade que está se tornando cada vez mais comum para os médicos, ainda restam muitas dúvidas a respeito de como fazer marketing médico. Então, neste post vou explicar quais são as possibilidades e limitações para você atrair cada vez mais pacientes. Acompanhe!

O que é Marketing Médico?

De forma geral, podemos dizer que o marketing médico e uma forma de divulgar um profissional, clínica ou consultório. Mas não para por aí.

Mais do que divulgar, o marketing médico tem como objetivo mostrar o valor do serviço do profissional aos pacientes, enfatizando quais são os seus diferenciais e oferecendo a melhor experiência possível enquanto eles são atendidos.

Marketing vs. Código de Ética: quais são os limites?

Assim como alguns outros segmentos profissionais, trabalhar com a divulgação de profissionais da saúde exige que se siga certas imposições, e o Código de Ética Médica do CFM é uma delas.

É extremamente importante entender o que é proibido fazer no marketing médico. De forma geral, há alguns pontos que exigem atenção especial:

  • Sensacionalismo: evite criar pânico entre seu público-alvo para motivar uma consulta, por exemplo. Se você acha que determinado problema de saúde está em uma situação particularmente grave e merece ser enfatizado, converse com seu Conselho e alerte sobre a questão.
  • Autopromoção: é claro que seu objetivo é promover seu trabalho, mas use o bom senso. Use os veículos apropriados e evite divulgar demais seus contatos.
  • Uso da imagem de celebridades e/ou antes e depois: de maneira alguma use imagens de pessoas famosas para divulgar seu serviço como se essa pessoa fizesse uso dele. Imagens que mostram o antes e depois de determinado procedimento também devem ser evitadas. Segundo o Conselho Federal de Medicina, a Resolução nº 1.974/11 desaconselha expressamente a publicação de imagens do tipo “antes” e “depois”, de compromissos com êxito em um procedimento e a adjetivação excessiva (“o melhor”, “o mais completo”, “o único”, “o mais moderno”).
  • Diagnósticos e consultas on-line: também evite apresentar possíveis diagnósticos de doenças antes de uma consulta presencial ou tirar dúvidas sobre sintomas de forma virtual.
  • Propaganda enganosa: nunca diga que você é o melhor profissional a utilizar determinado aparelho, que garante os resultados de determinado procedimento o que é o melhor ou único em determinada especialidade. Além poder ser mentira, soa prepotente e arrogante.
  • Informação sempre condizente com a realidade: jamais promova informações cujo responsável não está claramente identificado (seja você ou outro profissional da saúde). Aliás, apenas divulgue informações que estão aprovadas pelo conselho. Por exemplo: se algum profissional não é reconhecidamente um especialista, você não deve promovê-lo como tal (inclusive se for você mesmo).

Como fazer marketing médico de qualidade?

Apesar das restrições, é possível sim fazer um marketing médico de qualidade. O mais importante é que você esteja ciente de que, mais do que promover, o marketing médico deve informar a sua audiência.

A seguir, listei algumas das principais estratégias que podem ser utilizadas, dividindo-as entre formatos online e offline:

Marketing médico online

Atualmente, a medicina está cada vez mais na internet – e, sendo assim, o marketing médico também deve estar. Felizmente, existem diversas estratégias de marketing médico online que podem ser usadas.

Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia que utiliza o conteúdo (seja como forma de texto, vídeo, áudio etc.) para informar e, assim, atrair possíveis pacientes. É uma das melhores formas de obter mais pacientes atualmente, pois possui um retorno sobre investimento muito alto. Uma das melhores formas de divulgar essa estratégia e possuir um site com um blog e colocar ali sempre conteúdo atualizado sobre sua especialidade.

E-mail Marketing

O e-mail marketing é uma ferramenta muito útil e eficiente para obter a atenção constante de seus pacientes ou possíveis pacientes. Você pode, por exemplo, criar uma newsletter para divulgar novidades da sua clínica e/ou segmento para seu público, ajudando a fidelizá-lo.

Redes Sociais e Anúncios

As redes sociais são muito interessantes para o marketing médico, principalmente para divulgar o conteúdo que você cria. Contudo, é importante tomar cuidado para não infringir as restrições citadas anteriormente.

Também fique atento para criar uma linguagem particular para cada plataforma diferente que usar – simplesmente replicar as informações no Facebook, Instagram e Twitter não será muito eficaz para sua estratégia. o melhor é pensar em uma comunicação customizada para cada rede, de acordo com suas características e as preferências da sua audiência.

Dentro das redes sociais – e também no Google – você ainda tem a opção de criar anúncios pagos do seu conteúdo.

Marketing médico offline

Você também pode utilizar estratégias offline para seu marketing – embora elas estejam se tornando cada vez menos populares devido ao seu alcance limitado. Ainda assim, algumas estratégias ainda funcionam com certa eficiência.

Meios de comunicação tradicionais

Rádios, revistas e jornais podem funcionar bem para atrair pacientes. Você pode tanto utilizar meios abrangentes quando veículos especializados. Apenas tome cuidado para fazer sua divulgação em meios de comunicação que atinjam seu público-alvo.

Eventos e feiras

Ter um estande em eventos e feiras relacionados à sua especialidade é uma ótima forma de divulgação e atração de pacientes. Também é uma forma de fazer novos contatos e parcerias na sua área e ampliar seu networking.

Panfletos

Panfletos podem parecer uma estratégia antiga, mas, ainda assim, possuem seu valor, já que o investimento neles não costuma ser alto. Divulgue-os em áreas em que seu público-alvo costuma circular.

Principais tendências em Marketing médico

Além do marketing médico digital, outras tendências vêm aparecendo e modificando a forma com que profissionais e clínicas divulgam seus serviços. Veja algumas delas:

  • Coletar avaliações e depoimentos: usar a boa experiência de pacientes anteriores é uma ótima forma de atrair novos pacientes. Por isso, é muito interessante sempre pedir para que seus pacientes preencham alguma avaliação de seus serviços (não se esqueça de pedir um depoimento escrito). Afinal, o mais comum é que eles só comentem algo (inclusive nos meios online) quando ficam insatisfeitos, e isso pode estragar sua reputação.
  • Foque na sua experiência: um dos fatores que faz com que um paciente escolha um médico em vez do outro é a experiência do profissional na área. Por isso, deixe claro quais são as suas no seu site, por exemplo.
  • Trabalhe com vídeos: o vídeo é um formato de conteúdo cada vez mais utilizado, e é muito atrativo para quase todos os públicos. Por isso, utilize-o em seu site, blog e redes sociais. Dentre os vídeos, prefira as lives, que geram mais engajamento e interação com o público.
  • Facilite o agendamento: em vez de permitir o agendamento apenas por telefone, que tal deixar que o paciente agende sua consulta por WhatsApp, por e-mail ou pelo site? Quanto mais pontos de contato, mais chances ele terá de conseguir agendar.
  • Mantenha o contato com os antigos pacientes: se você mostra interesse por seus pacientes antigos, a chance de eles retornarem e de fidelizá-los é muito maior. Por isso, mantenha a comunicação com eles, seja por telefone, e-mail, mensagem ou WhatsApp. Mas não envie nada indesejado: trabalhe apenas com conteúdo relevante que seja relacionado à sua área de atuação.

O marketing médico está se tornado cada vez mais relevante no sucesso de um profissional da saúde ou de uma clínica e, felizmente, há cada vez opções mais interessantes para isso.

Ter uma estratégia de marketing robusta não é o único elemento decisivo para o sucesso de seu consultório ou clínica, mas com certeza é um fator importante, já que ajudará seu estabelecimento a gerar autoridade e referência e a aumentar a satisfação e fidelização de seus pacientes.

Agora que você já sabe como utilizar o marketing médico para atrair mais pacientes, não deixe de assistir ao mini-curso gratuito de empreendedorismo que eu preparei para você entender como atrair pacientes, estabelecer o preço de suas consultas e gerir seu fluxo de caixa. Continuamos o nosso papo por lá!

Rodrigo Padilha

O Professor Rodrigo Padilha é pioneiro e fundador do Empreendedorismo Jurídico e do Programa Maverick no Brasil, além de fundador da Legião, que é uma das maiores turmas de 2ª fase da OAB no país. Atualmente coordena diversos negócios no Brasil e nos EUA e se dedica a ensinar advogados e outros profissionais a atingirem o sucesso através do empreendedorismo.