Mindset empreendedor: o que é e como desenvolver o seu!

Postado em por Rodrigo Padilha.

Em uma tradução literal, mindset significa “configuração mental”. Trata-se, resumidamente, da forma como enxergamos o mundo e reagimos às mais diversas situações que enfrentamos diariamente.

Assim, o modo como nossa mente funciona está em constante mudança, uma vez que é resultado das nossas experiências, uma combinação entre nossas crenças e valores.

Nesse sentido, quando falo em mindset empreendedor, me refiro a literalmente “virar a chave”.

É sair de uma posição passiva e passar a, de fato, pensar como um empreendedor, como alguém que coloca a mão na massa e age em prol dos seus objetivos – neste caso, do seu próprio negócio.

Pode parecer um papo meio motivacional, mas o fato é que todos aqueles que desejam se tornar empreendedores bem sucedidos devem se preocupar com o seu mindset – e mudá-lo sempre que necessário -, pois é essa mudança de postura que faz as coisas andarem e saírem do papel.

Pense: você prefere ser daqueles que ficam inventando desculpas para justificar o fato de não correr atrás dos seus objetivos ou prefere levantar e fazer alguma coisa que possa, efetivamente, deixá-lo mais perto de se tornar realidade?

Como conquistar um mindset empreendedor?

Algumas dicas básicas podem ajudar você a ativar o seu mindset empreendedor e a tirar suas ideias do papel. Separei algumas:

Defina um propósito

Reflita sobre qual é o objetivo do seu negócio, em que patamar você quer chegar e quem você pretende atingir com suas ações.

Responder a esses questionamentos ajudará você definir o seu propósito e a ter certeza de que é realmente possível que o seu empreendimento seja bem sucedido.

Não deixe para depois

Quando se trata de abrir um novo negócio, é importante ter em mente que a perfeição é algo inalcançável. Portanto, em vez de ficar dando voltas e mais voltas por conta de pequenos detalhes, parta logo para a ação. Saiba que é possível fazer correções, se necessárias, ao longo do caminho.

Aprenda com seus erros

Pessoas com mindset empreendedor são aquelas que erram, analisam no que erraram e tiram proveito dessa situação para melhorar e aprender. Afinal, empreendedores não têm tempo a perder.

Saiba o que você está disposto a perder

A prosperidade de um empreendimento vem, muitas vezes, acompanhada de renúncias. O caminho para o sucesso é assim, infelizmente. Por isso, tenha bastante claro o que você está disposto a renunciar, caso – ou quando – esse momento vier: é o seu tempo? Seria o seu dinheiro? São suas relações sociais?

Repare, no entanto, que, para que isso não saia de controle, é preciso saber também estabelecer limites e saber quando parar.

Mantenha-se focado

Novas oportunidades, dificuldades e ameaças surgem a todo instante, e as pessoas com mindset empreendedor devem tirar essas distrações do caminho e manter o foco.

Claro, isso não significa descartar tudo o que aparecer à sua frente, mas mantenha-se fiel aos seus objetivos e tente não desviar do caminho que você traçou.

Tenho um mindset empreendedor, e agora?

Se você acredita que já tem o mindset certo, mas ainda não sabe por onde começar, separei 5 dicas para o começo da sua jornada empreendedora. São elas:

Crie um plano de negócios

Não tem jeito: para um empreendimento ser bem sucedido é preciso planejamento. Quem se jogar às cegas no mercado só vai prosperar por milagre.

Por isso, estude e avalie o cenário que se apresenta: conheça seu público-alvo, pesquise as regiões mais adequadas para instalar o seu negócio, estude a concorrência e veja se sua cidade ou região tem carência ou oferta em demasia daquilo que você pretende oferecer.

Esses são alguns dos passos que não podem faltar em um plano de negócios bem estruturado. Claro, quanto mais detalhado, melhor.

Faça um estudo de viabilidade

Para você ter uma ideia, segundo o IBGE, cerca de 60% dos empreendimentos abertos no Brasil fecham em até 5 anos.

E por que será que isso acontece? Além da falta de um plano de negócios bem feito, outro erro comum cometido é não realizar um estudo de viabilidade, que vai mostrar os custos necessários para a abertura da empresa e o tempo médio para recuperar o investimento inicial.

São inúmeros os gastos para a abertura de um novo empreendimento no Brasil: a papelada oficial é extensa, é preciso garantir uma poupança de emergência para os primeiros meses, bem como um capital de giro para o começo das atividades. Isso sem falar nos encargos trabalhistas e despesas fixas, como aluguel, luz e internet.

Tudo isso deve estar na ponta do lápis e ser batido, ponto a ponto, com uma projeção financeira para a empresa.

Economize

Um tópico puxa o outro e, aqui é quando o empreendedor aprende que, de uma maneira ou de outras, ajustes e cortes nos gastos são sempre necessários. De quantos funcionários sua empresa realmente precisa? Os insumos estão sendo utilizados de maneira correta e sustentável? Todos os equipamentos estão sendo, de fato, utilizados?

Perguntas assim ajudam a identificar gastos passíveis de serem cortados. Isso nunca deve ser confundido, porém, com a tal “economia porca”, em que se acaba comprometendo o bom funcionamento da empresa para cortar alguns reais no fim do mês.

Conheça o seu mercado de atuação

Procure aumentar sua rede de contatos e conhecer quem são os empreendedores que compartilham o mercado com você. Para isso, não deixe de participar de eventos, como palestras e encontros do setor.

Além de uma excelente maneira de fazer novos contatos (de onde podem nascer parcerias e sociedades, por exemplo), esse networking é ótimo para a troca de experiências, para aprender a trajetória de outros profissionais e também como fonte de insights para o seu negócio.

Capacite-se

Como comentei, quem não se prepara dificilmente dará certo. Afinal, de nada adianta ter um mindset empreendedor apurado, mas não saber o que fazer quando estiver cara a cara com o mercado.

Empreender exige, atualmente, uma série de conhecimentos, especialmente aqueles relacionados à gestão, inovação, vendas e marketing.

Por isso, quando o assunto é empreendedorismo, é fundamental buscar capacitação e atualização constantes. Por sorte, hoje, o que não faltam são opções cursos, online e offline, em português ou outras línguas, do básico ao avançado, para você se preparar bem e garantir o sucesso da sua empresa.

E agora que você já sabe como ter um mindset empreendedor, não deixe de assistir ao meu mini-curso gratuito de empreendedorismo, que irá lhe ajudar a entender outros pontos cruciais sobre a sua empresa, como atração de clientes, negociação de preços e gestão de fluxo de caixa. Vejo você por lá!

Rodrigo Padilha

O Professor Rodrigo Padilha é pioneiro e fundador do Empreendedorismo Jurídico e do Programa Maverick no Brasil, além de fundador da Legião, que é uma das maiores turmas de 2ª fase da OAB no país. Atualmente coordena diversos negócios no Brasil e nos EUA e se dedica a ensinar advogados e outros profissionais a atingirem o sucesso através do empreendedorismo.



Matrículas abertas!

Empreendedorismo
Jurídico